Cadastre-se e receba informações sobre os nossos eventos

Destaques
Designer Gráfico – Guia de Profissão
Por Leo Fraiman - autor do livro "Dicionário e Guia de Profissões"
 

Uma imagem vale mais que mil palavras. Esse pode ser um dito popular, mas, para os designers gráficos, é algo que realmente conta. O visual chama bastante atenção em muitos casos. Quando você vai a uma banca de jornal, a capa de uma determinada revista pode ser mais atrativa que as das outras, a mesma coisa vale para qualquer publicação exposta ali e também para a embalagem de um produto na prateleira do supermercado. Muita vezes, as pessoas são atraídas pela beleza ou pelas cores dos objetos e produtos. Designer Gráfico, portanto, é uma profissão que abrange várias áreas, pois a comunicação visual é importante tanto para os meios de comunicação quanto educativos da mídia.

 

OCUPAÇÕES: 

Comunicação visual: desenvolver a identidade visual de uma empresa ou de um produto, criando embalagens, logotipos, materiais de comunicação diversos, impressos e eletrônicos, como folders, panfletos e sites para a internet, definindo o formato, os desenhos, as cores e os elementos mais adequados para transmitir o conceito desejado pelo cliente.

Design de embalagens: desenhar embalagens para diferentes tipos de produto de acordo com seu uso, facilidade de manuseio, praticidade,expectativas do consumidor e apelo de marketing, levando em conta não apenas a função e a estética, mas também os fatores sociais, culturais, de fabricação, de custos e de seleção de materiais.

Editoração eletrônica: elaborar peças gráficas diversas, como jornais, revistas, livros, catálogos e folheto, distribuindo texto, fotografias, ilustrações e outros elementos gráficos pelas páginas para transmitir uma ideia ou conceito, seguindo um projeto determinado.

Programação gráfica para TV: produzir vinhetas para programas de TV e ilustrações para peças de publicidade, criando imagens e efeitos visuais com o uso de técnicas de animação.

Webdesign: desenhar sites para a internet, considerando a melhor forma de transmitir as informações, mostrar imagens e apresentar os serviços oferecidos aos clientes, por meio da combinação harmoniosa e coerente dos diversos elementos visuais.

  PERFIL: Criatividade e gosto por produções visuais. Facilidade para desenhar. Senso artístico e estético. Atenção a detalhes. Gosto por comunicação visual. Interesse pelas artes. Curiosidade. Boa memória visual.   CURSOS:

Universitários: Artes Visuais; Design Gráfico; Desenho Industrial; Design de Interface Gráfica; Design Digital; Design Visual; Design Publicitário.

Tecnológicos: Design Gráfico; Comunicação e Ilustração Digital; Design de Animação; Design em Mídias Digitais; Ilustração e Animação Digital em 3D; Design Gráfico e de Produto; Produção Gráfica Digital; Produção Gráfica.

Técnicos: Artes Plásticas com Design Gráfico; Comunicação Visual; Desenho Industrial; Design Gráfico, de Produto e de embalagem; Design Gráfico e Empresarial; Programação Visual; Visual Merchandising; Web Design; Impressão Gráfica;

ALGUMAS MATÉRIAS:

História da Arte; Cinema; Fundamentos da Linguagem Visual; Fotografia Tradicional; Fotografia Digital; História da Tipografia; Ergonomia; Editoração Eletrônica; Física; Matemática; Estatística.

 
Terapia Ocupacional – Guia de Profissão
Por Leo Fraiman - livro "Dicionário e Guia de Profissões"

O trabalho do terapeuta ocupacional é auxiliar pacientes em recuperação. Ele utiliza técnicas terapêuticas e recreacionais com a finalidade de restauras, desenvolver e conservar a capacidade motora e mental de pacientes que tenham as atividades da sua vida prejudicada por disfunções orgânicas, psicológicas ou sociais. Por causa de problemas de saúde, algumas pessoas têm dificuldades no cotidiano, e cabe a esse profissional auxiliar as pessoas. Além de tratar patologias funcionais, atua na reabilitação de indivíduos submetidos a condições de exclusão social. Pode trabalhar em várias áreas, tais como Ortopedia, Neurologia, Gerontologia e outras.

 

OCUPAÇÕES: 

Atendimento pediátrico: cuidar de recém-nascidos, estimulando o desenvolvimento motor e neurológico por meio de metodologia específicas para detectar possíveis distúrbios sensoriais e motores; orientar outros profissionais sobre os cuidados e estímulos adequados aos recém-nascidos e apoiar as famílias.

Apoio educacional: elaborar programas terapêuticos para auxiliar crianças com problemas psicomotores ou de aprendizagem, avaliando as dificuldades dos pacientes e escolhendo os procedimentos mais adequados para melhorar seu desempenho e promover seu desenvolvimento.

Gerontologia: auxiliar na adaptação de idosos que perderam funções sensoriais e motoras em razão do processo normal de envelhecimento ou de patologias, como doenças nas articulações, melhorando sua autoestima e promovendo sua reintegração social.

Psiquiatria: promover a inclusão social e ocupacional de pessoas com distúrbios mentais que perderam, de forma temporária ou permanente, a capacidade de realizar suas tarefas cotidianas e de trabalhar; orientar a adaptação de ambientes físicos para facilitar a reabilitação do paciente;

Reabilitação funcional e profissional: desenvolver programas terapêuticos para restabelecer vítimas de acidentes de trânsito e de trabalho, além de pessoas afetadas por problemas de saúde que deixam sequelas, como acidente vascular cerebral (AVC); atuar na reabilitação de pessoas com deficiência física, ajudando-os a realizar atividades cotidianas.

Reintegração social: promover a reintegração de dependentes de drogas, álcool ou remédios e de portadores de HIV, moradores de rua e menores infratores, utilizando diversas atividades terapêuticas como instrumento para despertar potenciais e desenvolver habilidades em seus pacientes.

Tecnologia assistida: em parceria com engenheiros mecânicos e eletricistas, desenvolver equipamentos, ferramentas e técnicas que permitam a inclusão social de pessoas com deficiência, como próteses, diferentes modelos de cadeira de rodas, andadores, móveis adaptados, aparelhos de comunicação especiais e dispositivos de apoio à aprendizagem, além de orientar os pacientes sobre como usar esses recursos.

 

INTERESSE:

Interesse em trabalhar com atividades diretamente relacionadas com os problemas humanos. Equilíbrio emocional. Planejamento. Boa coordenação motora. Facilidade de se relacionar com os mais diversos tipos de pessoas. Gostar de gente e de trabalhar em favor de seu bem-estar e reabilitação. Sensibilidade.

ALGUMAS MATÉRIAS:

Ciências Morfológicas; Ciências Fisiológicas; Patologia; Sociologia; Antropologia; Psicologia; Ética; Deontologia; Introdução à Saúde Humana; Metodologia de Pesquisa Científica; Estatística; Estudos de Problemas Brasileiros; Fundamentos da Terapia Ocupacional; Avaliação Funcional; Metodologia da Terapia Ocupacional; Terapia Ocupacional Aplicada.

  CURSOS: Universitário: Terapia Ocupacional Técnicos: Reabilitação de Dependentes Químicos  
Odontologia: Guia de Profissão
Por Leo Fraiman - livro "Dicionário e Guia de Profissões"

O sorriso é esteticamente muito importante para todos, mas a saúde da boca também, para uma boa qualidade de vida. E cuidar dos dentes, da boca e dos ossos da face é função do profissional de Odontologia. Entre as principais atividades do dentista estão a restauração, a extração e a limpeza dos dentes. Também projeta, executa e instala próteses e dentaduras e realiza cirurgias. Para ser um bom profissional, é importante ter facilidade para trabalhos manuais, já que os procedimentos na boca exigem grande perícia do dentista. O profissional pode trabalhar em sindicatos, empresas, clínicas ou atuar em consultório particular.

  OCUPAÇÕES:  Dentística - restabelecer a forma, a estética e a função dos dentes por meio de restaurações, extrações, implante de próteses, clareamento e correção de posição. Disfunção têmporo-mandibular- e dor orofacial - diagnosticar e tratar as dores e desordens orofaciais. Endodontia - tratar alterações na polpa e raiz do dente (tratamento de canal). Implantodontia - reconstituir dentes perdidos e suas estruturas de suporte por meio do implante de próteses. Estomatologia - tratar de doenças na boca. Odontogeriatria - cuidar da saúde bucal das pessoas idosas. Odontologia do trabalho: prevenir e tratar doenças ocupacionais. Odontologia legal - fazer exames e perícias judicias para determinar a identidade de cadáveres. Odontologia para pacientes com necessidades especiais - tratar da saúde bucal de pacientes em situação de risco ou com doenças físicas ou mentais. Odontopediatria - tratar da saúde bucal de crianças. Ortodontia - tratar as alterações dos dentes e da face por meio do uso de aparelhos de correção. Ortopedia funcional dos maxilares - prevenir e tratar problemas de crescimento e desenvolvimento que afetam arcada dentária. Patologia bucal - realizar exames em laboratório para apoiar o diagnóstico de doenças. Periodontia - tratar as gengivas e os ossos que dão sustentação aos dentes. Próteses bucomaxilofacial - restaurar dentes, maxilares e face. Prótese dentária - projetar e confeccionar elementos. Radiologia - realizar imagens de raio x para diagnosticar doenças e alterações nos dentes e na boca. Saúde coletiva - prevenir e tratar doenças dos dentes e da boca da população por meio de programas sociais. Traumatologia e cirurgia bucomaxilofacial - diagnosticar e tratar cirurgicamente doenças, traumatismos, lesões e anomalias do aparelho mastigatório e estruturas anexas.   INTERESSE:  Interesse por atividades que proporcionem saúde, beleza e qualidade de vida ás pessoas. Gostar de gente, de trabalhar em favor de seu bem-estar e reabilitação. Boa coordenação motora. Habilidades manuais.   ALGUMAS MATÉRIAS: Ciências Morfológicas; Ciências Fisiológicas; Ciências Patológicas; Ciências Sociais; Estudo de Problemas Brasileiros; Propedêutica Clínica; Clínica Odontológica; Odontologia Social; Clínica Integrada; Clínica Odontopediatríca.   CURSOS: Universitário: Odontologia Técnicos: Atendente de Consultório Dentário; Higiene Bucal; Higiene Dentária; Laboratório de Prótese Dentária; Laboratório de Prótese Odontológica; Manutenção de Equipamentos Odontomédico-Hospitalares; Prótese Dentária; Prótese Odontológica; Radiologia Odontológica; Saúde Bucal.